Concurso TJ MG Oficial de APOIO Judicial -  Classe D - 2010
Apenas
R$22,00
    

OFICIAL  DE  APOIO JUDICIAL - Classe D –TJ Minas Gerais  - 2010

Aquisição por Download - Apostila COMPLETA para Oficial  de APOIO Judicial do TJ de Minas Gerais -  Basta ter o 2º grau. CLIC em "Detalhes da Apostila" e em "Notícias do Concurso"  - Salário em torno de R$ 1.642,07 - Inscrições de 1º de março de 2010 às 19 h do dia 30 de março de 2010 exclusivamente pela Internet, no endereço eletrônico http://www.gestaodeconcursos.com.br/

 

* Clique aqui - Regras de uso da apostila
Comprar RadButton
Atualizado em:

TJ  - Tribunal de Justiça do Estado de MINAS GERAIS

Concurso OFICIAL  DE APOIO JUDICIAL - Classe D

Concurso Público 2010

Inscrições de 1º de março de 2010 às 19 h do dia 30 de março de 2010.

 

Apostila desenvolvida especificamente para o cargo de Oficial de APOIO Judicial – Classe D

Aquisição por Download 

 

Exigência: Candidatos com o 2º Grau Completo / Ambos os Sexos

Salário em torno de  R$ 1.642,07

 

Para inscrever-se via internet, o candidato deverá:

Acessar o endereço eletrônico www.gestaodeconcursos.com.br, link correspondente às inscrições do Concurso Público da Justiça de Primeira Instância do Estado de Minas Gerais – Edital 01/2009, das 9 h do dia 1º de março de 2010 às 19 h do dia 30 de março de 2010, observado o horário de Brasília.

 

 

 

CONTEÚDO

 

PORTUGUÊS

1) Ortografia: emprego das letras; divisão silábica; acentuação gráfica; abreviaturas e siglas; sinônimos, antônimos, homônimos e parônimos; notações léxicas.

2) Pontuação.

3) Substantivo: classificação, formação, flexão e emprego.

4) Adjetivo: classificação, formação, flexão e emprego; locução adjetiva; adjetivos que indicam nacionalidade (gentílicos).

5) Pronome: classificação, formação, flexão e emprego; colocação dos pronomes oblíquos.

6) Verbo: conjugação dos verbos regulares, irregulares e defectivos; verbos abundantes; classificação, formação, flexão (modos, formas nominais, tempos, número, pessoa e voz); locução verbal.

7) Advérbio: classificação e emprego.

8) Análise sintática: termos da oração; estrutura do período (coordenação e subordinação); orações.

9) Sintaxe: concordância verbal e nominal; regência verbal e nominal.

10) Ocorrência de crase.

11) Interpretação de texto: informações literais e inferências possíveis.

12) Ponto de vista do autor.

13) Significação contextual de palavra e expressões.

14) Estruturação do texto: relações entre idéias e recursos e coesão.

15) Redação oficial: utilização adequada, normas fundamentais.

 

NOÇÕES DE DIREITO

 

1) Resolução nº 217 da 3ª Assembléia Geral da ONU, de 10 de dezembro de 1948 (Declaração Universal dos Direitos Humanos).

2) Lei Estadual nº 869, de 05 de julho de 1952 (Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de Minas Gerais).

2.1) Das Disposições Preliminares (arts. 1º a 9º).

2.2) Das Licenças (arts. 158 a 186).

3) Lei Federal nº 4.898 de 09 de dezembro de 1965 (Abuso de Autoridade).

4) Lei Federal nº 6.683 de 28 de agosto de 1979 (Anistia).

5) Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 (com as alterações

introduzidas pelas Emendas Constitucionais).

5.1) Dos Princípios Fundamentais (arts. 1º a 4º).

5.2) Dos Direitos e Garantias Fundamentais (arts. 5º ao 17).

5.3) Da Organização político-administrativa da República Federativa do Brasil (arts.18 e 19).

5.4) Da Administração Pública (arts. 37 a 41).

5.5) Do Poder Legislativo (arts. 44 a 47, 59 e 70).

5.6) Do Poder Executivo (arts. 76 a 83 e 87).

5.7) Do Poder Judiciário (arts. 92 a 126).

5.8) Das Funções essenciais à Justiça (arts. 127 a 135).

5.9) Da Família, da criança, do adolescente e do idoso (arts. 226 a 230).

6) Constituição do Estado de Minas Geraisde1989 (com as alterações introduzidas pelas Emendas Constitucionais).

6.1) Dos Servidores Públicos (art. 31).

6.2) Do Poder Legislativo (arts. 52 a 72).

6.3) Do Poder Executivo (arts. 83 a 93).

6.4) Do Poder Judiciário (arts. 96 a 118).

6.5) Das Funções essenciais à Justiça (arts. 119 a 132).

6.6) Do Município (arts. 165 a 178).

7) Leis Federais nº 7.716 de 05 de janeiro de 1989 ; nº 8.081 de 21 de setembro de 1990 ; nº 9.459 de 13 de maio de 1997 (Crimes contra Racismo).

8) Lei Federal nº 9.099, de 26 de setembro de 1995 (Juizados Especiais).

8.1) Dos Juizados Especiais Cíveis.

a)Competência dos Juizados Especiais Cíveis (arts. 3º e 4º).

b)Do Juiz, dos Conciliadores e dos Juízes leigos (arts. 5º a 7º).

c)Das Partes (arts. 8º a 11).

8.2) Dos Juizados Especiais Criminais.

a)Disposições Gerais (arts. 60 a 62).

b)Competência (art. 63).

9) Lei Federal nº 9.455 de 07 de abril de 1997 (Crimes de Tortura).

10) Lei Complementar Estadual nº 59, de 18 de janeiro de 2001 (Organização e Divisão Judiciárias do Estado de Minas Gerais) com as alterações introduzidas pela Lei Complementar nº 85, de 28 de dezembro de 2005, e pela Lei Complementar nº 105, de 14 de agosto de 2008.

10.1) Da Organização e Divisão Judiciárias (arts. 1º a 9, 11 a 16, 23 a 32, 52 a 65, 74 a 81, 82 a 85, 163, 236 a 257).

10.2) Dos Direitos do Servidor (arts. 258 a 272).

10.3) Do Regime Disciplinar dos Servidores do Poder Judiciário (arts. 273 a 290 e 301).

11) Resolução nº 420, de 1º de agosto de 2003 (Regimento Interno do TJMG) com as alterações introduzidas pelas Resoluções nº 530/2007, nº 563/2008, nº 602/2009, nº 608/2009, nº 609/2009 e nº 616/2009.

11.1) Disposições Preliminares (arts. 1º a 8º).

11.2) Da Organização e funcionamento (arts. 9º a 27).

11.3) Dos Recursos Cíveis contra decisões de Primeiro Grau (arts. 307 a 317).

11.4) Dos Recursos Criminais contra decisões de Primeiro Grau (arts. 405 a 418).

12) Lei Federal nº 10.741, de 1º de outubro de 2003 (Estatuto do Idoso).

12.1) Do Acesso à Justiça (arts. 69 a 71)

 

ATOS DE OFÍCIO

 

1) Processos: conceito, espécies, tipos de procedimento; distribuição, autuação e registro; protocolo; petição inicial; numeração e rubrica das folhas nos autos; guarda, conservação e restauração dos autos; exame em cartório, manifestação e vista; retirada dos autos pelo advogado; carga, baixa, conclusão, recebimento, remessa, assentada, juntada e publicação; lavratura de autos e certidões em geral; traslado; contestação.

2) Termos processuais cíveis e criminais e autos: conceitos, conteúdo, forma e tipos.

3) Atos do Juiz: sentença, decisão interlocutória e despacho; acórdão.

4) Atos processuais: forma, nulidade, classificação e publicidade; processos que correm em segredo de justiça.

5) Citação e intimação: conceito, requisitos, modalidades de citação: via postal, mandado, por edital; cartas precatória, rogatória e de ordem. Intimação na Capital e nas comarcas do interior; intimação do Ministério Público; contagem do prazo de intimação.

6) Prazos: conceito, curso dos prazos, prazos das partes, do juiz e do servidor, processos que correm nas férias.

7) Apensamento de autos: procedimento; requisitos da execução provisória.

8) Autos suplementares: quando são obrigatórios, peças que devem conter; sua guarda.

9) Custas e emolumentos. Lei Estadual nº 14.939, de 29 de dezembro de 2003 (custas devidas ao Estado no âmbito da Justiça Estadual de primeiro e segundo graus).  Provimento Conjunto nº 07/2007, de 10 de dezembro de 2007, do TJMG e da Corregedoria Geral de Justiça (o recolhimento das custas judiciais, da fiança, e de outros valores devidos no âmbito da Justiça Estadual de primeiro e segundo graus).

10) Distribuição de feitos: critérios para distribuição e escala de valores, ações que não dependem de distribuição.

11) Condição a ser observada para a distribuição de petição inicial; exceção.

12) Distribuição de feitos por dependência: conceito e casos em que ocorre.

13) Procedimentos nos Juizados Especiais Cíveis: Dos atos processuais. Do pedido. Das citações e intimações. Da Revelia. Da conciliação e do Juízo Arbitral. Da Instrução e Julgamento. Da Resposta do Réu. Das Provas. Da Sentença. Dos Embargos de Declaração. Da extinção do processo sem julgamento do mérito. Do cumprimento de sentença. Das Despesas e honorários.

14) Procedimentos nos Juizados Especiais Criminais: Da competência e dos atos processuais. Da fase preliminar. Do procedimento sumaríssimo. Da execução. Das despesas processuais.

15) Provimento nº 161/2006, de 1º de setembro de 2006 (codifica os atos normativos da Corregedoria-Geral de Justiça do Estado de Minas Gerais).

 

 Lembre-se ! Somente os mais bem preparados, alcançam os objetivos desejados.

 

Adquira já a sua apostila ! aquisição por DOWNLOAD

 

LEITURA OBRIGATÓRIA

 

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

LEIA COM ATENÇÃO !

1) Número de Instalações permitidas: Permite-se 3 instalações com o mesmo serial (senha). Havendo necessidade de nova instalação, devido a problemas como formatação do HD, e outros, entre em contato com nosso suporte justificando o pedido de liberação para nova instalação.

Portanto, o serial confere 3 instalações da apostila. Use-o com responsabilidade. Para sua e nossa segurança, não ceda seus dados para terceiros. Nosso sistema está habilitado para rastrear qualquer registro da apostila fora das normas estabelecidas. A quebra dessa regra nos dá o direito de, imediatamente, efetuar o cancelamento do seu registro, bem como impedir que faça futuras compras de produtos das Apostilas Objetiva.

Muito cuidado! Não revele seus dados documentais à pessoa alguma. Principalmente número de CPF. Se o fizer, corre sérios riscos de ver seu nome e dados documentais sendo circulados pela internet e usados para os mais diversos tipos de crimes.

2) Sobre as Atualizações: Nosso compromisso com "atualizações", erratas, adendos, se estende da data da aquisição, até a aplicação da prova do concurso em questão.

Note que a apostila poderá continuar sendo usufruída por tempo indeterminado, MAS sem direito a atualizações.

Se um outro concurso do mesmo órgão, para a mesma função/cargo, for aberto, uma nova apostila será disponibilizada PARA NOVA AQUISIÇÃO.  

 

 

Atributos da apostila

 

1) Visualização temporária: Para verificação de todo o conteúdo da apostila antes da efetuação do pagamento, basta clikar em "registrar depois". A apostila ficará à disposição durante 2 dias. Durante esse tempo poderá analisar, ponderar, e decidir se a adquire definitivamente, ou não. Após a expiração desse prazo, a apostila somente voltará a funcionar com o devido registro.

Atestamos com isso, a absoluta transparência com que tratamos nossos relacionamentos comerciais.

2) Uma vez instalada e registrada, não há necessidade de permanecer "on line" para realizar os estudos ou imprimir. É só clikar no ícone da apostila (na área de trabalho), e será instantaneamente direcionado para o Menu de Matérias.

3) Imprimir: Permite a impressão de todo o conteúdo. Ao abrir um item de matéria, verá na parte superior o botão "imprimir". Poderá, então, mudar a cor do texto, aumentar ou diminuir o tamanho da letra, etc. No rodapé da página contém o número de páginas correspondente a esse item.

4) Resumos e anotações:  Permite construir RESUMOS / ANOTAÇÕES. Você faz os resumos, podendo editá-los e imprimi-los.

 




TJ-MG: saiu o edital para cadastro reserva. Vagas para 2º e 3º  graus

                        

Foi divulgado o edital do concurso para o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, que visa à formação de cadastro de reserva, na Justiça de 1ª Instância, nos níveis médio e superior. As oportunidades são para os cargos de oficial judiciário, comissário da infância e da juventude, assistente social judicial, psicólogo judicial e técnico judiciário.

 

Os vencimentos são de R$1.642 para o nível médio e R$2.571 para o superior, com jornadas de 30 horas semanais. A validade da seleção é de dois anos, prorrogável por igual período, e os novos servidores serão contratados em regime estatutário, que assegura estabilidade.

 

Os interessados poderão se inscrever a partir de 1º de março, no site da organizadora, Gestão de Concursos, até dia 30 do mesmo mês, mediante preenchimento de ficha eletrônica e impressão de boleto bancário. As taxas são de R$50 (médio) e R$70 (superior), e deverão ser quitadas, preferencialmente, no Banco do Brasil.

 

Aqueles que não puderem arcar com o valor das inscrições e comprovarem estar desempregados poderão solicitar a isenção da taxa entre os dias 22 e 26 de fevereiro, no site da organizadora e preencher requerimento de isenção. O resultado das isenções será publicado em 12 de março.

 

Todos os candidatos farão provas objetivas compostas por 60 questões, em 2 de maio, sendo para os cargos de nível médio, 18 de Português, 20 de Noções de Direito e 22 de Atos de Ofício; e para os cargos de assistente social judicial e psicólogo judicial, 18 questões de Português, 20 sobre Noções de Direito e 22 de Conhecimentos Específicos. Os técnicos judiciários (com formação em Direito) responderão a 20 questões de Português e 40 de Conhecimentos Específicos. Será aprovado o que alcançar 50% dos pontos.

 

Posteriormente, os inscritos nos cargos de oficial judiciário e oficial de apoio judicial realizarão um teste prático de digitação, de caráter eliminatório. Para ser considerado apto, o inscrito deverá conseguir digitar 600 toques em cinco minutos.

 

 


Apostilas Objetiva.